Polícia localiza dono do carro que bateu em táxi e matou idosa

O acidente ocorreu em frente à Torre de TV. Maria do Carmo, 85 anos, era passageira e chegava ao trabalho. Ela morreu no hospital

CBMDF/DivulgaçãoCBMDF/Divulgação

atualizado 23/12/2019 8:53

O proprietário do Golf prata que bateu contra um táxi e matou a passageira, na manhã deste domingo (22/12/2019), no Eixo Monumental, foi identificado pela polícia. Ele foi enquadrado como envolvido no inquérito aberto pelos investigadores da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). No entanto, ainda não se sabe se o dono dirigia ou estava no veículo no momento do acidente.

No táxi havia o motorista, que teve escoriações, e a idosa Maria do Carmo Nascimento dos Santos, 85 anos. Ela chegou a ser levada ao Hospital de Base, mas não resistiu aos ferimentos. A equipe médica da unidade explicou que ela sofreu perfurações internas causadas pelo forte impacto da batida na traseira do carro.

Os ocupantes do Golf fugiram do local sem prestar socorro e abandonaram o carro no Setor de Diversões Sul, em frente ao Conic. O veículo tem placa de Valparaíso de Goiás.

Familiares de Maria do Carmo disseram ao Metrópoles que o dono negou envolvimento. “Recebemos notícias da polícia de que ele teria dito que o carro estava consignado a uma revendedora e que estaria à venda”, contou o neto da vítima, Guilherme dos Santos. A PCDF não confirmou esta informação e disse que continuará as apurações.

O acidente aconteceu em frente à Torre de TV, local onde Maria do Carmo trabalhava em uma banca fazendo artesanatos de crochê. “Ela era uma mulher indescritível. Um exemplo para nós. Tanto que estava indo trabalhar em um domingo de manhã”, homenageou o neto.

O corpo da idosa deve ser liberado na segunda-feira (23/12/2019). Somente após o procedimento é que a família deve agendar o velório.

Últimas notícias