Polêmica! Escola do DF alerta pais sobre vídeos de Felipe Neto

Comunicado entregue em instituição de ensino de Planaltina pede que responsáveis policiem conteúdo visto por crianças e adolescentes na web

atualizado 21/09/2018 18:04

Reprodução/Instagram

É verdade esse “bilete”! Comunicado enviado aos pais de alunos de uma escola particular na Vila Buritis, na cidade de Planaltina (DF), está chamando atenção na internet nesta sexta-feira (21/9). No texto, a coordenação pedagógica da instituição pede para que os responsáveis evitem deixar seus filhos terem acesso a vídeos como os publicados pelo youtuber Felipe Neto.

Logo no início do comunicado, a escola ressalta que o influenciador é um “fenômeno da internet” e trata de diversos temas, alguns bastante agressivos, que acabam influenciando as crianças e adolescentes negativamente. “Pedimos às famílias que fiquem atentas ao material acessado e visualizado pelas crianças”, destaca trecho do bilhete que foi compartilhado no Twitter pela tia de um dos alunos.

A coordenadora pedagógica do Centro Educacional Delta, Lisane Pereira, confirmou que o bilhete foi entregue aos alunos da Educação Infantil e do 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental, como uma forma de orientação aos pais e responsáveis. Ela destacou que, hoje, é comum os adultos passarem grande parte do tempo ocupados com as obrigações no trabalho, e os filhos, na maioria dos casos, não são acompanhados quanto ao conteúdo que acessam na web.

“Recebemos aqui muitos pais angustiados, sem saber o que fazer para mudar o mau comportamento dos filhos. Muitos ficam horas buscando distração na internet, trocam o dia pela noite e não rendem na escola”, explicou.

A educadora comentou que, em alguns casos, as alterações comportamentais ocorrem radicalmente e sempre associadas a padrões que os os alunos “copiam” da internet, como desafios que se tornaram populares nos últimos tempos. “Algumas crianças com histórico exemplar se tornaram agressivas por acharem bonitas as atitudes desse tipo de influenciadores. E é preocupante ver isso ocorrer com crianças pequenas, pois é muito mais difícil controlá-las depois”, pontuou.

0

No Twitter, onde o bilhete foi publicado, muitos internautas elogiaram a atitude da escola, concordando que o famoso pode ser uma má influência em alguns casos. “Ele e o irmão dele são más influências. Fica de olho. Um dia sua sobrinha está de boa e, no outro, está espalhando Nutella na banheira”, recomendou um deles. “Minha priminha tem 7 anos e vive vendo os irmãos Neto. Eu tô há meses procurando um modo de intervir sem que a minha prima comece a me odiar”, revelou outro usuário.

O comediante tem mais de 25 milhões de seguidores no Youtube. Ao tomar conhecimento do fato, postou a imagem do comunicado em sua conta no Instagram criticando a ação da escola. Cerca de uma hora depois da publicação, milhares de comentários surgiram em defesa de Felipe Neto, incluindo de pais que dizem curtir o conteúdo também. “Acho que eles, tanto Felipe quanto Lucas, não têm culpa. Os pais é que têm de impor limites. Minha filha ama o Lucas, mas ela só vê após as tarefas feitas, e assiste ao meu lado”, argumentou uma seguidora.

Em nota, a assessoria de Felipe Neto disse que “o caso será tratado pelo setor jurídico”, pois trata-se de uma mentira. Confira a nota na íntegra:

A assessoria de Felipe Neto esclarece que o caso será tratado pelo setor jurídico. Por tratar-se de uma inverdade utilizando o nome do artista, o caso será julgado pelas pessoas competentes e cabíveis. Felipe Neto reitera seu compromisso com o conteúdo livre para todas as idades, sem palavrões, piadas de teor sexual, reafirmando sempre o compromisso de não atrapalhar a educação dos jovens, cuja responsabilidade, inclusive, é de seus pais e responsáveis. O youtuber também utiliza seu canal para promover mensagens de aceitação, igualdade, fim do machismo e homofobia, além de reforçar a importância da família. Este continuará sendo seu compromisso, como profissional e ser humano.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Quando a coordenadora da escola lê muito Estadão.

Uma publicação compartilhada por Felipe Neto (@felipeneto) em

Leia a íntegra do comunicado da escola:

Senhores Pais e Responsáveis,

O ator, comediante e youtuber Felipe Neto virou um dos fenômenos da internet. Possui mais de 20 milhões de seguidores e trata de diversos temas, alguns bastante agressivos.

Estamos enfrentando realidades trágicas, devido ao uso desequilibrado de viodeogames e aos encantamentos provocados pelos youtubers, nos mundos virtuais, dos jogos eletrônicos, da idolatria em torno dos famosos da tecnologia, embora sem nenhum conteúdo.

Pedimos às famílias que fiquem atentas ao material acessado e visualizado pelas crianças. A escola é coadjuvante nesse processo e realizará as devidas intervenções, se necessário for.

 

Mais lidas
Últimas notícias