PM abre investigação contra policiais suspeitos de agredir jovem negro

Militares foram filmados agredindo jovem na porta de casa. Em nota, PMDF informou que o homem desobedeceu ordem de parada e fugiu

atualizado 29/12/2021 17:53

Homem cercado por policiaisReprodução

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou que abrirá procedimento para apurar a conduta dos PMs envolvidos na abordagem de Marlon Afonso da Silva, 24 anos, agredido a tapas e socos na porta de casa nessa terça-feira (28/12), em Ceilândia.

“Não sou criminoso”, diz jovem negro agredido na porta de casa por PMs

Imagens gravadas por moradores da região flagraram a ação dos PMs. Segundo o relato, o jovem, dono de um pet shop, retornava para casa de motocicleta, quando foi abordado pelos policiais. Testemunhas afirmaram que a vítima não ouviu os PMs ordenando que ele parasse.

Ao entrar em casa, os militares o alcançaram, o retiram do local, e, em frente ao portão da residência, agrediram o rapaz com tapas e socos em frente a familiares.

Assista ao momento de parte das agressões:

O que diz a PM

Procurada pelo Metrópoles, a Polícia Militar informou que o homem desobedeceu a ordem de parada e empreendeu fuga, além de ter resistido à abordagem policial. Leia a nota na íntegra:

“A equipe de Motociclista do 10º Batalhão avistou um homem em uma moto, Honda/Biz 125, cor cinza, trafegando em sentido contrário em alta velocidade, na tarde desta terça-feira (28), na QNO 18, Expansão do Setor O, Ceilândia.

O homem de 24 anos desobedeceu a ordem de parada e empreendeu fuga, momento em que foi feito um breve acompanhamento, vindo a alcançá-lo na QNO 18, Conjunto 80. Os policiais por três vezes deram ordem de parada, que não foi atendida.

Em seguida, o homem adentrou para uma residência. Os policiais imaginaram que ele havia invadido o local, por isso, o acompanharam e realizaram a abordagem.

O homem estava bastante nervoso e se recusava a obedecer os comandos/ordens para colocar as mãos na cabeça, resistindo à abordagem policial.

Foi realizada a busca pessoal, momento em que o homem começou a proferir xingamentos: “policial palhaço” e “vagabundo”.

Os policiais constataram que a moto estava com licenciamento vencido, motivo pelo qual foi aplicada uma medida administrativa por infração ao Código de Trânsito Brasileiro. O veículo foi recolhido para o depósito do Detran. Na 15ª DP foi registrada um TCO.

Em relação a conduta dos policiais durante a abordagem, a PMDF abrirá procedimento apuratório”.

 

Mais lidas
Últimas notícias