PCDF prende homem que roubou clínica e estuprou mulher após massoterapia

Ele chegou a pagar pela sessão, mas depois anunciou assalto e levou dinheiro do caixa e celular. Criminoso estava com faca e arma falsa

atualizado 19/08/2021 17:20

simulacro de arma e celular roubadoDivulgação/PCDF

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu no final da tarde desta quinta-feira (8/7), em São Sebastião, um homem identificado como Josimar Fernandes de Oliveira, 29 anos. Ele é acusado de utilizar os serviços de uma clínica de massoterapia na Asa Sul, pagar pelo serviço, mas em seguida roubar o caixa do estabelecimento e estuprar uma das funcionárias do estabelecimento, em 7 de junho.

Segundo o delegado Maurício Iacozzilli, da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), que investiga o caso, Josimar fingiu ser um cliente da clínica e só anunciou o assalto depois de ser atendido. “Marcou encontro com a profissional, pagou o serviço, sacou a arma de fogo e roubou o celular da vítima”, contou.

Depois, o homem teria estuprado a outra funcionária da clínica. Ele as ameaçou com uma faca e um simulacro de arma de fogo. “Após isso ele trancou as vítimas no apartamento, jogou as chaves pela janela e se evadiu do local dizendo que se elas saíssem, ia matá-las”, explicou Iacozzilli.

Na operação de hoje, também foi encontrado o simulacro de arma de fogo usado em 7 de junho. O aparelho celular que estava com o acusado era furtado. Assim, Josimar também foi autuado pelo delito de receptação.

De acordo com a PCDF, durante os 20 dias de prisão temporária, a delegacia vai finalizar as investigações, fazer coleta de material genético do suspeito e submetê-lo a reconhecimento pessoal pelas vítimas.

Após a conclusão das investigações, a polícia vai pedir a conversão de prisão temporária em preventiva. A PCDF pediu a divulgação da foto do acusado, já que ele é suspeito de ter cometido outros crimes na Asa Sul neste ano.

foto
Este é Josimar Fernandes de Oliveira

Mais lidas
Últimas notícias