PCDF prende grupo que deu golpe de R$ 4 milhões em instituição

O grupo é especializado em furto mediante fraude e lavagem de dinheiro

atualizado 07/04/2022 11:54

presoPCDF/Divulgação

A Delegacia Especial de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) desarticulou organização criminosa que causou prejuízo de R$ 4 milhões a uma instituição financeira. O grupo é especializado em furto mediante fraude e lavagem de dinheiro.

Os criminoso instalaram vulnerabilidades nos sistemas da empresa para obter duas assinaturas de funcionários. Com acesso aos dados, conseguiram acessar a conta bancária da pessoa jurídica e efetuar 12 transferências. Cada beneficiário recebeu, em média, R$ 500 mil. O valor total da fraude superou os R$ 4 milhões.

Policiais civis do Maranhão, Pará e de Goiás auxiliaram nas buscas. A ação também teve a participação dos promotores de justiça do Núcleo de Combate ao Crime cibernético do MPDFT (Ncyber). No total, foram cumpridos cinco mandados de prisão temporária e 13 de busca e apreensão.

Segundo a polícia, os integrantes da organização abriram, recentemente, empresas de fachada para criar contas bancárias vinculadas às pessoas jurídicas, o que facilitou o recebimento e a rápida distribuição dos valores, impedindo que os bancos promovessem o bloqueio das transferências. O que configurou crime de lavagem de capitais.

Mais lidas
Últimas notícias