Para reformar asfalto, DER desviará trânsito no Eixão das 22h às 5h

Nesse horário, enquanto equipes estiverem trabalhando, motoristas serão orientados a seguirem pelo Eixinho

atualizado 21/01/2019 22:18

O governador Ibaneis Rocha (MDB) autorizou nesta segunda-feira (21/1) o revitalização dos 16 quilômetros que ligam o Eixão Sul ao Norte. Considerada uma das principais vias de acesso à cidade, a avenida receberá reforma e microrevestimento asfáltico em até 180 dias.

De acordo com a Secretaria de Transporte e Mobilidade, o orçamento liberado para o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) foi de R$ 13 milhões. “Nós, que somos se Brasilia, estamos acostumados a vê-la bem cuidada, o que não acontecia. Escolhemos um horário mais noturno para evitar maiores transtornos e para que a população consiga se beneficiar de forma mais rápida e sinta menos. Caso haja boa manutenção, minimamente essa nova reforma pode durar quatro anos”, disse Valter Cassimiro, titular da pasta.

Segundo ele, o Eixao será a primeira via a receber o benefício, mas o DER-DF e a Novacap foram autorizados a elaborar um contrato para manutenção constantes das ruas do DF. “Queremos restaurar todas as cidades de forma paralela”, disse.

A empresa contratada irá realizar os serviços no período noturno, entre 22h e 5h. Em média, 120 mil veículos passam pelos Eixões Sul e Norte diariamente.

Para a execução das obras serão realizadas interdições pontuais apenas nos trechos onde estiverem sendo realizados os serviços, com o trânsito de veículos desviado para os Eixinhos.

Há pelo menos seis anos a via que liga o Trevo de Triagem Norte ao Trevo de Triagem Sul / Aeroporto não recebia melhorias. Buracos e fissuras foram identificados em vistoria prévia do técnicos do governo. “Nossa meta é devolver a cidade que queremos a quem mora e visita o Distrito Federal”, reforçou o secretario.

Ausência
Apesar de contar da agenda oficial, o governador Ibaneis Rocha decidiu não comparecer ao lançamento das obras viárias. Focado em aprovar um pacote de projetos na Câmara Legislativa, permaneceu com aliados no Palácio do Buriti a fim de fazer ajustes na proposta de expansão do Instituto Hospital de Base, a qual sofreu duras críticas dos deputados distritais.

Últimas notícias