Orgulho LGBT: Parque da Cidade terá maior pista de arco-íris do Brasil

Intervenções artísticas também serão feitas em espaços como o Congresso Nacional, e o Buraco do Tatu

atualizado 18/06/2021 18:36

Em alusão ao Dia do Orgulho LGBT, pontos do DF são pintados de arco-írisDivulgação

Como forma de celebrar o Dia Internacional do Orgulho LGBT, Brasília passa até o próximo dia 28 de junho por uma das maiores intervenções artísticas urbanas já realizadas no mundo. A iniciativa “Brasília – Cidade Orgulho” contará com 10 criações artísticas espalhadas pela cidade.

O projeto, promovido pelo coletivo Brasília Orgulho e executado pelo Crewza Produções, será realizado neste sábado (19/6) às 9h. Diversos pontos da cidade, tais como o Parque da Cidade, que terá a maior pista de arco-íris do Brasil. A Torre de TV e o Congresso Nacional também receberão as cores LGBT por meio de pinturas ou iluminação.

Impedido de realizar a parada gay pelo segundo ano consecutivo devido à pandemia do novo coronavírus, o Brasília Orgulho idealizou a proposta de intervenção urbana, explica Welton Trindade, coordenador do grupo.

“Tínhamos o desafio de, mesmo sem fazer a marcha, que reuniu 120 mil pessoas em 2019, mandar mensagem de fortalecimento e orgulho a LGBT. Ocupar a cidade com obras arco-íris foi a solução inovadora. Estamos felizes por proporcionar essa experiência única na América Latina”, revela.

0

 

Em 2020, o Brasília Orgulho, filiado à Interpride – rede mundial de paradas LGBT -, criou marco ao iluminar com o arco-íris LGBT o Congresso Nacional pela primeira vez na história. Agora, a ideia é repetir o feito e ir além. Haverá também distribuição de cestas básicas a LGBT.

Todas as obras comporão o chamado Mapa do Orgulho, que poderá ser lido por meio de QR Code nas próprias criações. Nele, o público localizará as outras intervenções para se deslocar até elas.

Por conta da pandemia da Covid-19, a ação foi criada para que, de maneira segura e ao ar livre, as pessoas pudessem tirar fotos e difundir a mensagem de orgulho pelas redes sociais. Para evitar aglomerações, as obras são espalhadas pelo Plano Piloto por vários dias, reforça Igor Albuquerque, integrante do Brasília Orgulho e membro do coletivo Crewza.

“O Brasília – Cidade Orgulho foi pensado para atender a cuidados tal como o distanciamento social. Enfim, encontramos forma de vivenciar o orgulho LGBT em sintonia com o espírito do tempo. Todas experiências são altamente instagramáveis como estratégia para que fluam para o meio digital e envolvam, inclusive, as pessoas que estão em casa ou mesmo fora do DF”, explica.

Dentre as obras, estão a escada da Torre de TV, que terá os seus 36 degraus de 20 metros de comprimento coloridos; pórticos de 3 metros de altura por 4 metros de largura em ponte no Parque da Cidade, além da calçada de 76 metros de comprimento em arco-íris no mesmo local; molduras grandes em pontos como a Ponte JK e Museu da República, bem como a iluminação do Buraco do Tatu (com 100 pontos de luz) e do Congresso Nacional.

A pista no Parque da Cidade será o maior arco-íris que o Brasil já teve. A iluminação arco-íris na via embaixo da Rodoviária do Plano Piloto é inédita. Segundo os organizadores, nunca uma estrutura viária desse tipo no país recebeu tal ação artística LGBT.

Veja um pedaço do trajeto:

Mais lidas
Últimas notícias