Operário que morreu em Águas Claras levou choque de outdoor

CEB informa que o cabeamento da estrutura não é de responsabilidade das redes de distribuição da estatal e sim do proprietário da placa

atualizado 05/02/2020 23:47

CBMDF/divulgação

A Companhia Energética de Brasília (CEB) confirmou, na noite desta quarta-feira (05/02/2020), que o operário de 45 anos morto em acidente de trabalho teria recebido descarga elétrica enquanto trabalhava no cabeamento de um outdoor de Águas Claras.

A estatal afirmou que, em apuração preliminar, constatou que a estrutura era irregular e estava usando energia à revelia da CEB. A companhia defendeu também que o cabeamento da placa não é de responsabilidade das redes de distribuição da empresa e sim do proprietário do outdoor.

Pedro Braz Filho foi encontrado caído, já em parada cardiorrespiratória, por militares do Corpo de Bombeiros.

Socorristas do CBMDF e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda tentaram restabelecer os sinais vitais do operário, sem sucesso. De acordo com os militares, o homem realizava serviço na estrutura, localizada ao lado de um semáforo entre as avenidas Castanheiras e Parque.

A perícia da Polícia Civil do DF (PCDF) vai esclarecer a dinâmica do acidente.

Últimas notícias