Obra de viaduto que liga Sudoeste ao Parque da Cidade começa em junho

Consórcio vencedor do certame foi anunciado no início de maio. A Secretaria de Obras aguarda a conclusão de trâmites para iniciar construção

atualizado 18/05/2021 12:22

viaduto epigSec. Obras/Divulgação

A Secretaria de Obras do Distrito Federal espera iniciar em junho a construção do viaduto da Estrada Parque Indústrias Gráficas (Epig). A via será feita na saída do Parque da Cidade, próximo ao Complexo da Polícia Civil do DF, e pretende desafogar o trânsito no Sudoeste. Estudos para o fluxo de carros durante a obra estão em andamento.

A obra será realizada pelo consórcio formado pelas empresas Eterc Engenharia e Principal Construções, que apresentou o menor preço: R$ 24.695.106,58.

As fases de homologação e adjudicação ainda estão em andamento, mas, de acordo com a pasta, a previsão é que os trâmites burocráticos sejam concluídos nos próximos 15 dias, “para que as obras sejam efetivamente iniciadas no mês de junho”.

Uma vez assinado o contrato, o consórcio vencedor tem o prazo de um ano para terminar a obra que deve construir trevos na Epig de forma subterrânea. Com a mudança, quem sair do Parque da Cidade em direção ao Sudoeste não terá mais de passar por semáforos e retornos: seguirá direto para a Avenida das Jaqueiras, passando sob a Epig. A obra também permitirá sair do Sudoeste, na altura da avenida, e pegar a Epig no sentido Plano Piloto, diretamente.

Enquanto a construção não é iniciada, a pasta responsável está em tratativas com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) para avaliar como funcionará o trânsito durante a obra no local – por onde passam, em média, 25 mil veículos por dia.

No Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de segunda-feira (17/5), foi divulgado um termo de cooperação em que são estudadas diretrizes para “realização das obras, desvios e fiscalização conjunta da implantação do viaduto”.

0
Sobrepreço

Em agosto de 2020, o Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) identificou sobrepreço na licitação para a construção de viadutos entre o Sudoeste e o Parque da Cidade, passando pela Epig.

Segundo o corpo técnico da Corte de Contas, os preços aplicados para o serviço de caminhão basculante na obra estavam 24,45% acima dos valores praticados pelo mercado. Esse item representa 48,51% da despesa total da construção. Inicialmente, os viadutos custariam aos cofres públicos R$ 26.043.415,11.

A Secretaria de Obras garantiu que as correções no edital do certame, indicadas pelo TCDF, foram feitas. De acordo com a pasta, todas as determinações dos órgãos de controle com relação aos processos licitatórios em andamento são prontamente atendidas, para garantir total transparência e lisura das licitações.

Últimas notícias