No DF, 50 mil EPIs são destinados a servidores do socioeducativo

Itens são distribuídos para unidades de internação, semiliberdade e meio aberto, onde estão lotados mais de 2 mil trabalhadores

atualizado 01/03/2021 18:35

Divulgação/Sejus

Na luta contra a Covid-19, os 2.197 servidores do sistema socioeducativo do Distrito Federal começaram a receber, nesta segunda-feira (1º/3), itens essenciais para a batalha contra a doença. São os novos equipamentos de proteção individual (EPIs), a exemplo de máscaras, faceshields e óculos.

Os itens serão distribuídos para as 30 unidades socioeducativas de internação, semiliberdade e meio aberto do DF, que são administradas pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus). A pasta é responsável pela coordenação do sistema socioeducativo distrital, no qual trabalham agentes, especialistas, técnicos e auxiliares socioeducativos.

Os itens foram adquiridos pela  Sejus com recursos de emendas parlamentares indicadas pelos deputados distritais Fábio Felix (PSol) e Reginaldo Sardinha (Avante). Eles estiveram também nesta segunda-feira na Sejus para fazer a entrega simbólica dos materiais de proteção.

Apoio do Legislativo

A entrega dos equipamentos foi comemorada pela secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. “Esses EPIs chegaram na hora certa!”, destacou. “Estamos em um momento em que é preciso reforçar a proteção de todos contra o coronavírus”, disse a titular da Sejus.

Para a secretária, “é muito importante contar com o apoio do Legislativo na garantia da saúde e da segurança dos nossos servidores e dos adolescentes que estão sob a responsabilidade direta do Estado”.

Últimas notícias