Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

PF apura fraude em licitação para manutenção de hospital no Rio

O valor total da contratação de empresa especializada em serviços de manutenção predial foi estimado em, aproximadamente, R$ 2 milhões

atualizado 22/03/2022 7:38

Polícia Federal Reprodução

Na manhã desta terça-feira (22/3), a Polícia Federal deflagrou a segunda fase da Operação Desmascarados, que apura fraude na contratação de empresa especializada em serviços de manutenção predial do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), no Rio de Janeiro. O valor total da contratação foi estimado em, aproximadamente, R$ 2 milhões.

Segundo as investigações, há indícios de direcionamento no resultado do certame e superfaturamento. A investigação aponta que a empresa vencedora da concorrência — constituída apenas um mês antes do procedimento licitatório — tem quadro societário formado por “laranjas”.

São cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, expedidos pelo juízo da 5ª Vara Federal Criminal, nos municípios do Rio de Janeiro e de Mesquita.

Os policiais federais cumprem os mandados de busca e apreensão em endereços vinculados a particulares e servidores públicos envolvidos no esquema criminoso.

Os indícios dos crimes foram reunidos por meio da análise de documentos apreendidos durante a primeira fase da operação, deflagrada em fevereiro de 2021, assim como através de relatórios de auditoria da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares e da Controladoria-Geral da União (CGU).

Mais lidas
Últimas notícias