Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

Mulher tenta dar golpe com documento de pessoa com síndrome de Down

Aos policiais, a suspeita presa em flagrante contou que receberia R$ 1 mil para cometer o crime a mando de um homem desconhecido

atualizado 23/06/2022 21:06

Mulher entrando em bancoReprodução

Policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) prenderam uma mulher, de 27 anos, em flagrante, quando ela tentava abrir uma conta bancária usando documentos falsos que pertenciam a uma pessoa com síndrome de Down. O crime ocorreu em um banco do campus da Universidade de Brasília (UnB).

Aos policiais, a mulher contou que receberia R$ 1 mil para cometer o crime, a mando de um homem desconhecido. No mesmo dia, a autuada já havia tentado abrir a conta, mas em outra agência do Lago Norte.

Ao perceber que a funcionária da instituição financeira estava desconfiada, a suspeita foi embora e tentou a aplicar o golpe numa outra agência da Asa Norte. Ela já tem passagens na PCDF por denunciação caluniosa e dano. A pena prevista é de até seis anos de reclusão.

Mais lidas
Últimas notícias