metropoles.com

Estelionatário que fingia vender iPhones e cryptomoedas é preso no DF

A PCDF prendeu o homem com diversos antecedentes por estelionato. Ele se apresentava com vendedor de iPhones e investidor de cryptomoedas

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação/PCDF
estelionatario-apple-cryptomoedas
1 de 1 estelionatario-apple-cryptomoedas - Foto: Divulgação/PCDF

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por intermédio da 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul), prendeu um homem de 36 anos acusado de aplicar golpes por meio da venda de iPhones e MacBooks. Segundo as investigações, ele também enganava vítimas por meio da venda de cryptomoedas.

O homem tem mais de 60 ocorrências pelo crime de estelionato e estava foragido da Justiça. Ele foi preso nesta quarta-feira (15/3).

De acordo com a PCDF, o homem atuava na Feira dos Importados e na internet. Na feira, ele se apresentava como revendedor de produtos da Apple. Após receber o dinheiro pelas vendas dos produtos, desaparecia e bloqueava as ligações e contatos das vítimas.

Como investidor de cryptomoedas, ele prometia retornos “astronômicos” às vítimas. Elas passavam a ele valores altos e, no final, ficavam no prejuízo.

O suspeito responde a cinco inquéritos por estelionato. Se condenado, pode pegar uma pena de 5 a 25 anos de prisão. Ele é suspeito em outras 60 ocorrências policiais também por estelionato em todas as regiões administrativas do DF. Após os procedimentos legais, o autor foi recolhido à carceragem da PCDF e fica à disposição da 2ª Vara Criminal de Taguatinga que já  determinou a prisão preventiva.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?