Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

DF: empresário construiu mansão com dinheiro de golpes contra clientes

Autor fabrica móveis planejados e fez, pelo menos, 11 vítimas no DF. Ele responderá por estelionato e falsidade ideológica

atualizado 18/07/2022 14:33

Sede da PCDF - MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

Um empresário acabou preso, nesta segunda-feira (18/7), por estelionato e falsidade ideológica. O acusado trabalha com fabricação de móveis sob medida e usava dados dos clientes para fazer financiamentos, segundo investigação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). De acordo com a corporação, o autor fez, pelo menos, 11 vítimas na capital federal.

Policiais da 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul) cumpririam mandados de busca e apreensão na loja do suspeito, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), e na casa dele, em Sobradinho.

Durante a apuração, os investigadores descobriram que o empresário fazia uso indevido dos contratos com os clientes e usava os dados pessoais para adquirir financiamentos em bancos. A instituição pagava os valores dos contratos, em nome dos clientes, para o investigado.

Após os financiamentos fraudulentos, o autor chegava a pagar algumas das primeiras parcelas com o intuito de que as vítimas não tomassem conhecimento das cobranças. Depois de alguns meses, elas acabavam sendo acionadas por serviços de proteção ao crédito.

De acordo com a PCDF, o prejuízo causado à instituição financeira, que acabava quitando os contratos irregulares firmados, é calculado em R$ 897 mil. O autor usou o dinheiro obtido de maneira ilícita para construir mansão em Sobradinho.

Além das acusações de estelionato e falsidade ideológica, o empresário terá de reparar os danos causados ao banco.

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre o Distrito Federal por meio do WhatsApp do Metrópoles-DF: (61) 9119-8884.

Mais lidas
Últimas notícias