Mulheres do MST ocupam Ministério da Agricultura durante protesto

Manifestação nesta segunda-feira (09/03) criticava a liberação de novos registros de agrotóxicos. Sede do órgão foi pichada durante o ato

atualizado 09/03/2020 13:27

Reprodução

Em manifestação contra a liberação de novos registros de agrotóxicos, cerca de 300 Mulheres do Movimento Sem Terra (MST) ocuparam o Ministério da Agricultura, na Esplanada dos Ministérios, na manhã desta segunda-feira (09/03). As manifestantes chegaram à sede do órgão por volta das 8h50 e deixaram o local cerca de 30 minutos depois, segundo a Polícia Militar do DF (PMDF).

Usando bonés e chapéus do movimento e com os rostos cobertos por lenços, as manifestantes picharam a parte externa prédio com dizeres como: “Natureza não é mercadoria” e “Não à grilagem!”.

Na porta do ministério, as mulheres deixaram placas com reivindicações, além de um caixão coberto pela bandeira do Brasil. Elas ainda derramaram uma tinta vermelha na entrada, que ficou bloqueada durante o ato.

Veja abaixo imagens do protesto:

0

O Metrópoles entrou em contato com o Ministério da Agricultura e aguardava posicionamento do órgão até a última atualização deste texto.

Últimas notícias