Mulher que agrediu e aliciou menores para a prostituição é presa

Segundo a Polícia Civil do Goiás, a mulher já tem passagens pela polícia por uma série de delitos, dentre eles, tráfico de drogas

atualizado 30/08/2022 15:59

Divulgação/ PCGO

Uma mulher de 42 anos foi presa em flagrante pela Polícia Civil de Goiás (PCGO) por ter aliciado para prostituição, ameaçado e agredido duas menores em Planaltina de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com a corporação, a acusada, detida em 25 de agosto, já tem passagens pela polícia por uma série de delitos, dentre eles, tráfico de drogas.

Segundo o delegado Thiago César, responsável pelo caso, a mulher teria abordado as vítimas com a intenção de explorá-las sexualmente. Diante da recusa, a autuada teria agredido fisicamente as menores e as ameaçado. O caso chegou até o Conselho Tutelar local, que acionou a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Planaltina (GO).

De acordo com a PCGO, a mulher foi localizada em Brasilinha 17, em Planaltina (GO), onde recebeu voz de prisão e foi encaminhada à delegacia. Agora, ela responderá pelas infrações penais previstas nos artigos 147 e 218-B, ambos do Código penal. Se condenada, ela poderá pegar até 10 anos de prisão.

“Considerando que a investigada é contumaz infratora de diversos delitos, destacando a presente autuação por exploração sexual infanto-juvenil e considerando o interesse público, divulgaremos a sua imagem, nos termos da Portaria PCGO n.º 02/2020, para que outras possíveis vítimas e testemunhas também possam denunciar ou auxiliar as investigações”, declarou a corporação.

Mais lidas
Últimas notícias