MPDFT pede informações sobre vacinação de pessoas com doenças raras

Segundo os promotores, essas pessoas não se enquadram nas comorbidades contempladas na atual fase da campanha de imunização no DF

atualizado 21/05/2021 18:33

SeringaHugo Barreto/Metrópoles

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) requisitou informações sobre a vacinação contra a Covid-19 de pessoas portadoras de doenças raras à Secretaria de Saúde do DF, nesta sexta-feira (21/5).

O pedido foi feito pela força-tarefa da Covid-19 do MP. Conforme o Metrópoles noticiou, a seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no DF (OAB-DF), solicitou a vacinação das pessoas com doenças raras e deficientes.

Segundo o MPDFT, existem portadores de enfermidades raras que não se enquadram nas comorbidades contempladas no atual estágio da campanha de imunização.

Para o órgão de controle, é necessário avaliar a situação dessas pessoas, pois trata-se de um grupo mais vulnerável e com maior risco no caso de contaminação.

Nota técnica

A Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência publicou nota técnica sobre o tema. Conforme o documento, pessoas com doenças raras devem ser classificadas como com comorbidades.

Ao mesmo tempo, a nota recomenda que os responsáveis pelo cuidado das pessoas com doenças raras como “trabalhadores da saúde”. (Com informações MPDFT)

Últimas notícias