*
 

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vai investigar a startup BS Studios, desenvolvedora do jogo Bolsomito 2K18. Os promotores da Comissão de Proteção dos Dados Pessoais e do Núcleo de Enfrentamento à Discriminação instauraram, nesta quarta-feira (10/10), um inquérito civil público para apurar os fatos que envolvem o game, comercializado pela plataforma digital Steam.

O jogo faz referência ao candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). Nele, o usuário enfrenta personagens de movimentos sociais, gays e feministas. No material de divulgação, o jogador é convidado a derrotar os “males do comunismo”. “Esteja preparado para enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país. Muita porrada e boas risadas”, diz a startup na apresentação.

Na opinião dos promotores, o Bolsomito 2K18 causa danos morais coletivos ao público envolvido e “possui clara intenção de prejudicar candidato à Presidência da República e com isso embaraçar as Eleições 2018”.

No inquérito, eles pedem a notificação da Valve Corporation, responsável pela plataforma Steam, para que a empresa cesse a disponibilização do jogo. O Centro de Produção, Análise, Difusão e Segurança da Informação do Ministério Público também procura identificar e qualificar os responsáveis pela BS Studios. (Com informações do MPDFT)