Morre vítima de incêndio em prédio da 714 Norte: “Querida por todos”

Solange Bento, 65 anos, ficou presa em casa no momento do incêndio, em 5 de setembro. Ela estava internada no HRSam, mas não resistiu

atualizado 16/09/2022 13:58

Vítima de incêndio - Metrópoles Material cedido ao Metrópoles

Vítima de um incêndio na 714 Norte, no último dia 5 de setembro, Solange Bento (de rosa-claro, na foto em destaque), 65 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (16/9). Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Samambaia (HRSam). Devido à quantidade de fumaça que inalou, a moradora do prédio atingido pelo fogo não resistiu às sequelas.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

Assista ao momento do combate às chamas:

 

 

Solange trabalhava como inspetora em uma escola particular. Ela deixa um filho, Wesley Bento Francisco, 33. “Infelizmente, uma pessoa maravilhosa foi embora”, lamentou a nora da vítima, Kelly Dornelas, 29. “Ela era uma pessoa muito alegre. Até mesmo nos momento ruins. Era querida por todos.”

Investigação

Solange Bento morava no prédio atingido pelas chamas, que fica em uma quadra comercial da Asa Norte. Na hora do incêndio, ela ficou presa em casa. Os bombeiros a encontraram em situação de parada cardiorrespiratória e, com apoio de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), tentaram reanimá-la por cerca de 50 minutos.

A vítima recuperou os batimentos cardíacos e foi levada às pressas para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Depois, foi transferida para a unidade de Samambaia (HRSam). No entanto, os médicos alertaram a família sobre a gravidade das sequelas sofridas pela paciente.

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) ainda não concluiu o inquérito sobre as causas do incêndio.

Mais lidas
Últimas notícias