Morre policial militar do DF baleado na cabeça durante assalto

O sargento Marcos César foi alvejado depois de tentar impedir o crime que ocorria em um estabelecimento comercial de Samambaia

atualizado 22/07/2021 10:47

Reprodução/Redes Sociais

Morreu, na manhã desta quinta-feira (22/7), o 1º sargento Marcos César Carreiro, 50 anos. O oficial da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) estava internado desde o dia 9 de junho, quando ele foi baleado na cabeça durante um assalto em Samambaia.

O policial ingressou na corporação em 1991 no 92º Curso de Formação de Soldados e neste ano faria trinta anos de serviço.

“Estava lotado no 4º Batalhão do Guará e deixará muitas saudades para todos amigos que fez durante sua carreira. Aos familiares e amigos transmitimos as nossas mais sinceras condolências pela partida do nobre policial militar”, lamenta a corporação, em nota.

À época, o suspeito do crime foi encontrado escondido dentro de casa, menos de 100 metros de onde ocorreram os disparos. “Achamos com ele não só a arma, mas dentro da casa havia mais de 1kg de maconha”, informou o sargento da PM Fabrício Gonçalves. Aos policiais militares, o homem confessou que efetuou o disparo.

Ainda de acordo com a PM, o criminoso estava com a camisa azul usada no momento do crime, uma pistola americana calibre 9mm, nove projéteis, além de duas balanças de precisão, vários celulares sem procedência, TV LCD e outros produtos em malotes dos Correios. O homem foi encaminhado à 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia).

Equipes de Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam-DF) prestaram os primeiros socorros ao sargento, que foi transportado em estado grave para o Hospital Regional de Samambaia (HRSam). Posteriormente, ele foi levado ao Hospital de Base (HBDF).

Últimas notícias