*
 

“Boas Práticas Começam com Você – Não pegue nada que não for seu”. Esse é o nome do experimento inédito realizado pela Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) que mostrou uma face da população difícil de ser encontrada, por exemplo, nos políticos eleitos e envolvidos na Operação Lava Jato. Depois de observar o comportamento dos usuários e testar a honestidade deles durante a pesquisa, feita em duas fases, observou-se ao final que 100% das pessoas não se apropriaram de nada que não era delas, mesmo sem fiscalização.

Usando brigadeiros, o experimento se baseou na observação sobre o comportamento dos passageiros em relação ao que estava sendo oferecido mediante o pagamento por eles depositado num recipiente, sem que houvesse qualquer controle externo sobre isso.

Na primeira etapa da ação, em uma das paredes da estação Central (Rodoviária do Plano Piloto), foi colocada uma caixa com 100 brigadeiros e um banner com a frase da ação. Inicialmente o valor era de R$ 1. Ao lado, uma caixa para o depósito em dinheiro. Após 45 brigadeiros retirados, o cartaz foi modificado para R$ 0,50 cada brigadeiro.

Dos usuários, as mulheres tiveram mais interesse nos brigadeiros, seguidas por homens e jovens. Foram poucas crianças, apenas duas, que se interessaram. A partir dos dados reais, foram arrecadados R$ 66,20, contra os R$ 77,50 esperados. Portanto, 85,4% das pessoas pagaram, constando um desvio de 14,6% que não pagaram.

Na segunda etapa do experimento, houve alteração em relação ao número de brigadeiros na caixa, que passaram a conter 50 unidades, e valor inicial/final de R$ 0,50. Também não houve banner com a frase da ação, na Estação Praça do Relógio (Taguatinga). Jovens de ambos os sexos tiveram mais interesse nos brigadeiros, seguidos por mulheres e homens. Apenas uma criança se interessou pelo doce. A arrecadação foi de R$ 26, contra os R$ 25 esperados. A expectativa ultrapassou os 100% das pessoas que pagaram.

Valores morais
“A pesquisa foi feita em meio à apuração de fatos políticos que envergonham a sociedade brasileira, em que se discutem valores éticos e morais dos governantes do país. Vimos um percentual de pessoas preocupadas em manter seus princípios e valores morais”, afirmou o presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado.

Pesquisa realizada no Metrô-DF pelo Instituto de Pesquisa CW7 – Pesquisa Anual de Satisfação dos Usuários 2016/2017: O Metrô Quer Ouvir Você indica que a renda média familiar mensal de um usuário do sistema é de R$ 1.576,01 a R$ 4.728,00. Aproximadamente 40% têm ensino médio completo e 63% estão empregados. A maioria é de adultos (60%), entre 21 e 40 anos, das mais variadas cidades do DF. Foram entrevistados 2.926 usuários.

A campanha, em parceria com a Controladoria-Geral do DF, leva a uma reflexão sobre as atitudes diárias para os usuários que embarcam e desembarcam todos os dias em cada uma das suas 24 estações.

A metodologia dessa pesquisa inicial se baseou na observação em descrever o comportamento natural dos usuários que transitavam na Estação Central, com o mínimo de interferências dos observadores. A descrição apurada serviu para definir o modus operandis de vida de cada indivíduo, descrevendo os vários repertórios de comportamento da comunidade e sua amplitude.

Com informações da Companhia do Metropolitano do DF (Metrô). 

 

 

COMENTE

Campanhametrô-dfhonestidade
comunicar erro à redação

Leia mais: Distrito