*
 

Entre os políticos que se concentram nos arredores do Supremo Tribunal Federal (STF) para acompanhar o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um deles causou furor. Ao subir no trio elétrico do movimento ruralista, segmento defensor da prisão do petista, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) foi recebido aos gritos de “mito” e “presidente”.

Ao discursar no carro de som, o parlamentar carioca disse que o Brasil precisa de “alguém que garanta junto ao parlamento brasileiro o legítimo direito à defesa”. Bolsonaro estava ao lado do general Augusto Heleno Ribeiro Pereira, o primeiro comandante de tropas brasileiras no Haiti, entre junho de 2004 e setembro de 2005.

Igo Estrela/Especial para o Metrópoles

O deputado federal também provocou os ministros do STF, afirmando ser necessário ao país um representante que “respeite os julgamentos anteriores e diga não ao Funrural, um imposto de contribuição previdenciária, incidente sobre a receita bruta proveniente da comercialização da produção rural.

 

Veja o vídeo: