*
 

O Tribunal do Júri de Brasília começou a julgar nesta segunda-feira (2/4) o ex-namorado da professora da Secretaria de Educação Márcia Regina Lopes. O crime ocorreu em 9 de março de 2014, quando Luiz Carlos Coelho Penna Teixeira teria matado a professora após um discussão.

Segundo a denúncia do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) que consta no processo, o homem teria matado a ex com um objeto contundente e ateado fogo ao corpo. Em seguida, conforme o MPDFT, ele escondeu o corpo em um matagal na GO-118, em Planaltina de Goiás.

A defesa de Luiz Carlos alegou que ele sofre de insanidade e pediu a absolvição do acusado por uma suposta inimputabilidade decorrente de doença mental. A Justiça, no entanto, considerou que não há elementos que comprovem transtornos psquiátricos. Dois laudos médicos anexados ao processo afastaram essa hipótese.

Durante interrogatórios, o acusado confessou que deu uma cotovelada que deixou a professora desacordada após levar um tapa. Luiz Carlos possui histórico de violência contra mulher e já agrediu ex-namoradas antes. Uma delas, policial civil, foi testemunha no caso.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação

Leia mais: Justiça