Jovem que atropelou e matou mulher em faixa admitiu que estava bêbado

Lucas Rodrigues Abreu, 23 anos, se apresentou na presença de dois advogados na delegacia de Taguatinga

atualizado 05/07/2021 18:12

Mulher morre atropelada em faixa de pedestre, em TaguatingaReprodução/TV Globo

O homem identificado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) como responsável por atropelar e matar a aposentada Sheila Almeida de Mendonça de Jesus, 43 anos, na madrugada de sexta-feira (2/7), em uma faixa de pedestres de Taguatinga, se apresentou à 17ª DP nesta segunda (5/7). Lucas Rodrigues Abreu, 23 anos, foi ouvido, admitiu ter bebido, mas foi liberado.

O acidente aconteceu na EQNL 13/15 e o motorista teria fugido sem prestar socorro. O carro que ele dirigia foi apreendido e tem o para-brisa quebrado e amassado. Segundo Mauro Aguiar, delegado que conduz o caso, Lucas estava acompanhado de dois advogados e negou que participava de um racha, mas disse que estava alcoolizado. “Afirmou que ficou com medo e fugiu”, explica.

Pelas gravações de um circuito de câmeras de segurança, de acordo com o delegado, é possível ver o momento em que o veículo conduzido pelo suspeito chega em um condomínio na Chaparral. Cerca de 20 minutos depois, ele deixa o local acompanhado de uma mulher.

Veja:

Arrastada por 90 metros

Sheila foi arrastada por mais de 90 metros após ser atropelada quando atravessava a faixa. Em contato com a reportagem, o cunhado da vítima, Sírio Brandão, 60 anos, contou que Sheila morava próximo ao local onde foi morta. Ela estava acompanhada do marido e da filha.

“Eles foram atravessar na faixa de pedestre. Um carro parou e ela entrou na faixa. Mas veio um segundo veículo em alta velocidade e a atingiu”, disse. Segundo os familiares, Sheila era aposentada e deixa uma filha de 17 anos.

“A pessoa que causou o acidente deve se apresentar com o advogado nas próximas horas. Acredito que ele esteja esperando sair do flagrante”, afirmou Sírio.

0

.

Assista:

 

Mais lidas
Últimas notícias