Influencer do DF denuncia empresa de buffet por calote de R$ 3,5 mil

Isabela Maiter, 25 anos, precisou de ajuda de amigos e familiares para realizar evento em setembro deste ano

atualizado 02/12/2021 15:22

Digital influencer do DFArquivo Pessoal

Uma digital influencer acusa uma casa de eventos do Distrito Federal de lhe dar um calote de R$ 3,5 mil, após a quebra do contrato um pouco antes do horário marcado para a chegada dos convidados. Isabela Maiter, 25 anos, organizava um chá de panela com a Le Village Buffet para o dia 16 de setembro. Porém, às 6h do dia D, ela recebeu uma ligação do representante da empresa, dizendo que não seria possível fazer a festa.

Quem deu a notícia a Isabela foi o advogado da empresa, que entrou em contato com ela nas primeiras horas da manhã dizendo que a conta em que ela havia depositado o valor havia sido bloqueada, e que a compra dos alimentos não havia sido feita. A digital influencer deu uma entrada de R$ 1,2 mil após firmar o contrato em agosto e parcelou o valor restante no cartão de crédito.

0

A blogueira diz que, desde então, vive uma saga pela recuperação do dinheiro pago com antecedência. Sem saber o que fazer, e chateada com a situação, a blogueira comunicou aos 200 convidados sobre o ocorrido. Na intenção de garantir o evento, o grupo tomou frente da organização e viabilizou a festa. “Meus amigos e parentes foram para cozinha e conseguiram deixar tudo pronto. Foi melhor do que seria com eles”, compara Isabela.

A vítima expos o caso nas redes sociais e detalhou tudo em uma postagem, com fotos do responsável pelo serviço. Segundo Isabela, Rogério Ribeiro Campos ficou de devolver a quantia paga três dias após o evento, em 19 de setembro. Porém, diz ela, o profissional passou a dar desculpa atrás de desculpa. Em uma das ocasiões, o empresário alegou que a transferência via Pix não funcionou, pois ficou agendada para o feriado de 15 de novembro. Este tipo de transferência ocorre independente de dia útil, feriado ou final de semana.

“A gente se sente lesada, incapaz”, resume Isabela. Segundo ela, apenas R$ 200 foram devolvidos até hoje. A blogueira diz que o prejuízo só não foi maior porque ela estornou R$ 2,4 mil pagos via cartão de crédito. Rogério usa a atitude da blogueira como justificativa. “Estou tentando receber uma parcela de uma pessoa para poder passar o valor [da dívida]. Ela fez o cancelamento do cartão sem comunicar e isso não é acordo”, rebateu o empresário.

Isabela diz que só conseguiu falar com Rogério após três dias do evento, quando o funcionário do buffet retornou as ligações dela. Foi nessa situação que o ressarcimento do valor pago foi acordado, porém, segundo a blogueira, o trato não foi cumprido pela casa de eventos.

Nas redes sociais da influencer, que conta com 16 mil seguidores, os internautas enviam mensagens de apoio à jovem e criticam o buffet. A blogueira fez boletim de ocorrência na Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), que investiga o caso, por meio da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia). O caso foi registrado

Outro lado

Procurada pela reportagem do Metrópoles, a defesa de Rogério declarou “que não está autorizada a dar qualquer declaração sobre o caso, pois ele está sob júdice”.

Mais lidas
Últimas notícias