Ibaneis Rocha visita fábrica que produz a vacina Sputnik V no DF

Imunizante ainda não foi liberado pela Anvisa para uso no país

atualizado 24/01/2021 22:02

Sputnik VMaterial cedido ao Metrópoles

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), visita, na manhã de segunda-feira (25/1), a fábrica do Grupo União Química onde está em produção a Sptinik V, vacina russa contra a Covid-19. A farmacêutica está instalada em Santa Maria.

A empresa tem acordo de exclusividade com o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) para a produção e distribuição da vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Gamaleya para o Brasil e países da América Latina.

Além da Rússia, Argélia, Argentina, Bolívia, Sérvia, Bielorrússia, Palestina e Venezuela já aprovaram o uso do imunizante em seus territórios. Estima-se que mais de 1,5 milhão de pessoas receberam doses da Sputnik V.

A previsão da farmacêutica é de que as  primeiras 10 milhões de doses da Sputnik V estarão disponíveis para uso imediato no Brasil no primeiro trimestre deste ano, mas só poderão ser incorporadas ao Programa Nacional de Vacinação (PNI) quando receberem o aval da Anvisa.

A empresa ainda não tem autorização para a fase 3 dos testes, que comprova eficácia em humanos, um dos requisitos para o uso emergencial de vacina contra o novo coronavírus.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem feito reuniões de caráter técnico para avançar no processo de liberação da vacina Sputnik V no país.

Últimas notícias