Homem é encontrado morto próximo ao Palácio do Buriti

Corpo não tinha sinais de violência. Suspeita da família é de que homem de 65 anos tenha sofrido um infarto fulminante

atualizado 05/08/2019 14:48

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Policiais militares isolaram a área onde o corpo de um homem, de 65 anos, foi encontrado na manhã desta segunda-feira (05/08/2019). Ele estava entre uma obra da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), o Departamento de Trânsito (Detran) e o Palácio do Buriti. De acordo com informações da PM, não apresentava sinais de violência.

Aparentemente, a morte teria sido por causas naturais. Equipes da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros também foram deslocadas para atender a ocorrência.

Segundo a ocorrência registrada na 5ª DP (área central), o cadáver foi localizado por um operário que seguia para o trabalho e acionou a polícia. Foi achado embaixo de uma árvore, em uma área verde descampada.

O corpo, segundo a Polícia Civil, é de Jesus de Sousa Neves. Natural de Goiás, o idoso, segundo informado pela família, era mecânico e trabalhava em uma oficina no Setor de Indústrias Gráficas (SIG), que também era sua moradia. A informação inicial repassada pela polícia, de que o homem era catador de latinhas, não procede, de acordo com os parentes.

Sobrinha da vítima, Selma de Sousa Neves, 53, disse que Jesus já havia sido internado por problemas cardíacos. Ele deveria passar por um procedimento cirúrgico, mas decidiu não realizou a operação. A família acredita que o homem tenha sofrido um infarto fulminante, mas só o resultado da autopsia vai confirmar a causa da morte.

Últimas notícias