Golpistas fingem ser servidores da Justiça para pedir dinheiro no DF

Por telefone, eles anunciam "ganho de causa previdenciária" e em seguida pedem dinheiro para bancar honorários e custas de processo

atualizado 31/07/2021 17:09

TRF-1DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES

A 12ª Vara da Justiça Federal alerta a população para a ação de estelionatários que fingem ser servidores da Justiça em ligações telefônicas para conseguir dinheiro das vítimas. Trata-se do golpe do falso processo.

Algumas pessoas que tiveram contato com os golpistas ligaram para servidores em busca de informações, mas acredita-se que tenha havido mais vítimas. De acordo com a vara, durante a chamada os golpistas tentam, no primeiro momento, descobrir se a pessoa com quem falam abriu alguma ação indenizatória.

Depois, fingindo ser um servidor da 12ª Vara Federal, atendendo por nome de “Anastácio”, o golpista comunica que há uma decisão com ganho de causa previdenciária. Em seguida, o estelionatário afirma que para conseguir obter a quantia é preciso pagar os valores referentes a honorários e demais custas do processo e pede que se faça transferência bancária.

A 12ª Vara Federal não trata de assuntos previdenciários, mas apenas de ações criminais. Além disso, os servidores não fazem nenhum contato telefônico para qualquer depósito de resgate de valores.

O vara recomenda que a pessoa que recebeu a ligação entre em contato com a unidade judiciária, seja cartório ou vara, para evitar prejuízos. Os contatos estão disponíveis no site do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Recomenda-se ainda que o fato seja comunicado à polícia.

0

Últimas notícias