Golpistas desviam quase R$ 1 milhão ao simular leilão do Detran no DF

Organização criminosa realizava falsas licitações de automóveis em site fake e ficavam com o dinheiro dos lances

atualizado 22/10/2020 14:56

operação falso marteloPCDF/Divulgação

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), a identificou que um grupo criminoso subtraiu o montante de R$ 907 mil de moradores do DF em falsos leilões virtuais. A organização criou um site se passando pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) e ficava com o dinheiro que as vítimas depositavam para arrematar os supostos veículos.

Na manhã desta quinta-feira (22/10), em nova fase da operação Falso Martelo, policiais cumpriram três mandados de busca e apreensão na cidade de Carangola, em Minas Gerais. Com o objetivo de identificar os criminosos e coletar mais informações sobre possíveis vítimas, foram apreendidos celulares, computadores, notebooks, além de outros documentos.

Em levantamento, a PCDF informa que houve 93 ocorrências abertas atribuídas ao “leilaodetrandf.org”, endereço eletrônico utilizado nos golpes. Além dos agentes da DRRC, deram apoio à operação a Divisão de Operações Aéreas do DF (DOA/PCDF) e a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).

0

Até a última atualização desta reportagem, ninguém havia sido preso.

Últimas notícias