GDF vai investir R$ 300 milhões em obras para aquecer a economia

Expectativas é de que 20 mil empregos sejam gerados. Algumas obras já estão em fase de execução enquanto outras aguardam licitação

atualizado 20/07/2020 11:21

O Governo do Distrito Federal (GDF) vai aumentar a quantidade de obras de infraestrutura para fomentar a economia em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus. A expectativa é que, até o fim de 2020, sejam geradas 20 mil vagas de empregos e investidos R$ 300 milhões na construção de novos viadutos, pontes, vias, escolas, hospitais e delegacias, além de pequenos reparos.

Já estão garantidos os recursos para as obras, provenientes do orçamento da União, de operações de crédito, do orçamento local e de emendas parlamentares. Algumas reformas, inclusive, já estão em andamento, enquanto outras ainda precisam de processos licitatórios.

Em fase de execução, estão obras como o viaduto do Estrada Setor Policial Militar (ESPM), no fim do Eixo Sul, que ligará a via ao Terminal da Asa Sul com um custo estimado de R$ 7,6 milhões. Em andamento também estão as pontes sobre o Córrego Samambaia, na DF-079, outra ponto sobre o Córrego Vicente Pires, o túnel de Taguatinga, bem como 2 escolas da rede pública de ensino: a Escola Técnica da Vila São José, em Brazlândia, e o CEF 01 na Vila Planalto, no Plano Piloto.

0

“Não é por falta de recursos que essas obras vão deixar de acontecer”, garante André Clemente, secretário de Economia do DF. “Agora, é integrar as áreas de obras e de orçamento para que elas sejam efetivamente licitadas e iniciadas, garantindo não só a entrega de infraestrutura para a população, mas também a empregabilidade, a renda e a arrecadação tributária proveniente desse aquecimento econômico.”

As obras contemplam diversos setores da economia local, como educação, saúde e segurança. Sete novas unidades de pronto atendimento (UPAs) e obras em três delegacias de polícia devem ser concluídas ainda em 2020. Além disso, também há reformas de pavimentação e revitalização das vias e urbanização de quadras por todo o DF.

(Com informações da Agência Brasília)

Mais lidas
Últimas notícias