GDF reservará vacinas para imunizar bancários e funcionários dos Correios

Decisão foi tomada pelo governador em exercício, Rafael Prudente, após orientação técnica do Ministério da Saúde

atualizado 16/07/2021 18:18

VacinaçãoRafaela Felicciano/Metrópoles

O governador em exercício do Distrito Federal, Rafael Prudente (MDB), decidiu reservar, nesta sexta-feira (16/7), 20% da próxima remessa de doses de vacinas contra Covid-19 que chegará à capital. A cota será destinada à imunização de bancários e funcionários dos Correios, seguindo orientação técnica do Ministério da Saúde.

A decisão se deu após o presidente da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil. (ANABB), Augusto Carvalho, participar de audiência com o governador em exercício. Prudente, que preside a Câmara Legislativa do Distrito Federal e responde pelo GDF durante as férias do titular, Ibaneis Rocha (MDB) e licença do vice, Paco Britto (Avante), garantiu à ANABB que os bancários do Distrito Federal serão vacinados contra a Covid-19 nos próximos dias.

A vacinação dependerá de listagem a ser encaminhada ao GDF. Uma reunião será marcada com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) para definir a prioridade dentro desta categoria.

Os bancários estão na linha de frente dos atendimentos à população para o pagamento de benefícios durante a pandemia de Covid-19 e na concessão de linhas especiais de crédito a empresas e agronegócio. Para vaciná-los, são necessárias 5 mil doses.

“O governador Rafael Prudente nos relatou que manteve contato com a Secretaria de Saúde após nossa audiência e que a determinação é de que o informe técnico do Ministério da Saúde seja cumprido, com a reserva de doses da vacina para os bancários nos lotes que já foram entregues. Nós ressaltamos a ele que o informe técnico do ministério já está em vigor e, por isso, solicitamos que as vacinas sejam aplicadas imediatamente”, destaca Augusto Carvalho.

O 28º Informe Técnico do Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19, divulgado pelo Ministério da Saúde, orienta para “a disponibilização de 20% do total de doses distribuídas à cada Unidade Federada aos Bancários e Trabalhadores dos Correios”. Com base no documento, muitos estados já iniciaram a vacinação da categoria. O pleito da ANABB é que a mesma medida seja adotada em todo o país, inclusive no Distrito Federal.

A partir de uma articulação realizada pela ANABB, também participaram da agenda com o governador o Sindicato dos Bancários de Brasília e a Associação dos Bancos no Distrito Federal (Assban). As três entidades divulgaram uma carta aberta conjunta, direcionada ao governador Ibaneis Rocha, em que solicitam a priorização dos empregados do setor bancário na imunização contra a Covid-19.

Veja a carta aberta da ANABB, Sindicato dos Bancários e Assban :

Carta Aberta – Vacina Bancá… by Metropoles

Últimas notícias