GDF exonera administrador regional de Águas Claras

De acordo com publicação do DODF, sai Ney Robsthon Otaviano de Almeida e entra Francisco de Assis da Silva

Michael Melo/Metrópoles

atualizado 11/02/2020 10:01

O administrador de Águas Claras Ney Robsthon Otaviano de Almeida foi exonerado nesta terça-feira (11/02/2020). A decisão foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). O cargo será ocupado por Francisco de Assis da Silva.

Na última quinta-feira (06/02/2020), o administrador do Sudoeste e da Octogonal, Mário Lúcio de Oliveira, também foi exonerado. Mário ocupava o posto desde o início da gestão de Ibaneis Rocha (MDB). Quem assumiu o posto é Luiz Eduardo Gomes de Paula Pessoa.

Em dezembro, o administrador de Santa Maria, Amir Gomes Nogueira – mais conhecido como Miro Gomes –, também foi exonerado pelo governador em exercício Paco Britto (Avante). Ele é acusado por uma servidora da administração regional de assédio sexual. O caso foi revelado pela coluna Grande Angular, do Metrópoles.

 

 

Últimas notícias