*
 

Uma mega apreensão de carne irregular em Planaltina surpreendeu os auditores da Secretaria de Fazenda do DF na manhã desta segunda-feira (14/3), devido à quantidade de mercadoria encontrada. A nota fiscal de cerca de 28 toneladas de produtos da marca Friboi continha informações falsas. Segundo os servidores, a carga havia sido comprada pela empresa Nipobras, que adulterou o documento para não pagar impostos. Agora, vai custar ao proprietário R$ 142 mil — R$ 47 mil em tributos e R$ 95 mil em multas.

De acordo com a gerência de Fiscalização de Mercadoria em Trânsito da Secretaria de Fazenda, a mercadoria, avaliada em R$ 300 mil, não apresentava problemas quanto à qualidade. A irregularidade se limitava à documentação fraudada para não pagar impostos.

Os responsáveis pelo transporte da mercadoria apresentaram uma nota com um regime especial de dispensa de pagamento de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) antecipado. Esse termo, de acordo com a pasta, não existe — o que levou a empresa a ser autuada por sonegação.

Ninguém foi preso. De acordo com a Secretaria de Fazenda, os responsáveis foram liberados. A carne foi para o depósito de mercadorias apreendidas da Secretaria de Fazenda, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), e será devolvida assim que o proprietário tomar ciência do auto de infração. Ele terá cerca de 30 dias para regularizar a situação.