Fim das buscas! Arara Tereza reaparece na Chapada Imperial

Ave está estressada e com uma das asas quebrada. Ela tinha sumido do santuário ecológico, localizado em Brazlândia, no último dia 5

Imagem cedida ao MetrópolesImagem cedida ao Metrópoles

atualizado 20/05/2019 13:04

Após intensa campanha nas redes sociais, a arara Tereza foi devolvida para a reserva da Chapada Imperial, em Brazlândia, neste domingo (19/05/2019). A notícia foi comemorada na página da área de preservação.

A ave, que estava desaparecida desde o dia 5 deste mês, é querida no santuário e recebe visitas de crianças com dificuldade de interação, adultos com problemas de aceitação ou com depressão. Ela foi devolvida ao local, onde vive há dois anos livremente, com uma das asas quebrada, conforme relata a sócia-proprietária da Chapada, Marta Imperial.

“Um vizinho avisou que deixaram uma arara em uma chácara próxima à Chapada. Fomos lá verificar e, após chamarmos o seu nome diversas vezes, ela apareceu. Tereza está mais magra, estressada e com uma das asas cortada. Levará quase um ano para voltar a voar”, conta Marta.

A sócia-proprietária diz que, antes do reencontro, recebeu diversas denúncias sem fundamento, o que atrapalhou as buscas.

 

Tereza é uma arara-canindé, cuja espécie é protegida, pois está em risco de extinção. Foi chipada pelo Ibama e seu monitoramento, assim como o das demais araras reintroduzidas na reserva ecológica, é feito periodicamente.

Na publicação que celebra a volta da ave, internautas deixaram comentários afetuosos. “Graças a Deus” e “Que bênção” foram alguns deles.

Últimas notícias