Evidências apontam que Lázaro tem ligação com bruxaria e fez rituais

Itens ligados à doutrina satanista teriam sido localizados na casa dele, no Entorno. Policiais o descrevem como psicopata

atualizado 18/06/2021 17:24

Lázaro Barbosa, suspeito de triplo homicídio no DFReprodução

Procurado há sete dias por todas as forças de segurança do Distrito Federal e de Goiás, Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, teria ligações com rituais satanistas e de bruxaria. As informações foram colhidas ao longo das investigações que incluem a morte de uma família no Incra 9, na última quarta-feira (9/6), e uma sucessão de crimes cometidos por ele desde então.

Os policiais que trabalham no caso o descrevem como psicopata. Itens ligados à doutrina satanista teriam sido localizados na residência dele, no Entorno do DF.  Segundo a Polícia Militar de Goiás (PMGO), Lázaro alega estar possuído por um espírito. Ele também teria dito que “vai levar o tanto de gente que puder”. Conforme o tenente Gerson de Paula, Lázaro seria integrante de uma seita.

As informações teriam sido dadas pelo próprio suspeito a vítimas de um assalto que ele realizou em Goiás, no mês passado, segundo o tenente. Na ocasião, levou armas e celulares. Há indícios de que o criminoso pratica os rituais desde a infância.

Buscas

O criminoso em série foi visto na manhã desta terça-feira (15/6). Agentes fortemente armados contam com auxílio de helicóptero para localizá-lo. O assassino foge da polícia há sete dias e, durante esse período, cometeu crimes graves, como chacina, tentativa de sequestro e tentativa de homicídio.

Ele segue o mesmo modus operandi, se esconde na mata durante o dia e comete crimes à noite, principalmente em busca de suprimentos e comida.

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, está na região e confirmou a busca na região de milharal. Ele também afirmou que todas as informações que chegam são checadas. “Não estamos deixando nada passar. Tudo indica que ele está por aqui. Teve contato com duas pessoas de ontem para hoje. Uma somente no visual e, com a outra, ele chegou a interagir. Ele está atrás de comida e não há confirmação de que ele tenha sido baleado”, afirmou.

“Temos a informação que ele estava em uma chácara da região nesta manhã e não conseguiu comida. A notícia mais recente é de que ele está embrenhado no mato, esperando anoitecer para voltar a circular”, acrescentou.

Confira imagens das buscas feitas pela polícia:

Na manhã desta terça-feira (15/6), às 6h50, um caminhoneiro de frete da região de Edilândia (GO) relatou ter visto um homem atravessar a BR-070 e adentrar uma área de mata. Os policiais da base de operação montada na região e helicópteros das corporações seguiram para o possível local.

O Metrópoles acompanhou as buscas e conversou com a testemunha. “Tudo indica que possa ser Lázaro. Uma hora dessas, com o tempo nublado, uma pessoa correr na velocidade que estava, de um lado do mato para o outro, e entrar na mata daquele jeito, não é normal. As características batem com as do suspeito. Porte médio, todo vestido de preto, com uma mochila nas costas. Estava de cabeça baixa e correu muito veloz. O local é bem perto de onde houve a troca de tiros com o caseiro na noite dessa segunda. Achamos que pode, sim, ser ele, e resolvemos acionar os policiais”, relatou Matheus da Silva, 27 anos.

Ele e o pai são do município de Girassol (GO), estavam a caminho do trabalho e transitavam pela BR-070 no sentido de Cocalzinho, quando avistaram a cena.

Veja imagens de hoje das buscas:

0
Frango

Como adiantou o Metrópoles, o caseiro de uma chácara em Cocalzinho (GO) viveu momentos de tensão na noite dessa segunda-feira (14/6) ao trocar tiros com Lázaro.

Aos profissionais das forças de segurança, ele detalhou o confronto: “Acho que acertei [o Lázaro], porque ele gemeu, [disse]. ‘Desgraçado, você me atirou, eu vou te matar’, ele falou”, narrou o caseiro. O funcionário da propriedade rural teria atirado pelo menos oito vezes contra o suspeito, que conseguiu fugir.

Apesar do testemunho do trabalhador, não há confirmação oficial se, realmente, o suspeito saiu ferido do embate.

Um grande efetivo policial está na área conhecida como Areia Branca, apertando o cerco contra o foragido. O caseiro disse que tinha certeza de que o suspeito passaria na chácara que ele toma conta e se preparou.

Ainda segundo o caseiro, Lázaro começou a atirar quando viu que os moradores chamariam a polícia. “Eu gritei para chamar a polícia quando ele começou a atirar”, contou.

Informações preliminares apontam para a localização de um rastro de sangue nas proximidades da chácara, mas ainda não se sabe se é de Lázaro ou se de algum animal que ele tenha abatido pra comer. O suspeito teria se escondido em uma caverna a cerca de 2km do local.

A dona da propriedade invadida pelo criminoso detalhou ao Metrópoles que o assassino em série roubou cobertores para se proteger da chuva, pois ele sabia que choveria, levou sacos de pano, lona e um frango vivo. O sangue localizado pode ser ser do animal.

Assista à narração do caseiro: 

O Metrópoles apurou que Lázaro teria pedido comida, e o caseiro não quis dar. Ele, então, efetuou disparos contra a janela da chácara, e o funcionário, que não ficou ferido, revidou.

Segundo a PMDF, a área está cercada, e a expectativa é de que ele seja capturado a qualquer momento.

Tiros
Janela de chácara onde Lázaro efetuou disparos nesta segunda

Veja fotos da operação de hoje, em Goiás:

0

Veja a cronologia do crime:

0

Últimas notícias