Entregadores de app fazem protesto em frente à casa de Rodrigo Maia, no DF

Motociclistas vieram de outros estados para reunião com o presidente da Câmara. Com o cancelamento do encontro, fizeram um protesto pacífico

atualizado 16/09/2020 14:48

protesto entregadores appPMDF/Divulgação

Aproximadamente 20 motociclistas, que trabalham como entregadores de aplicativos, fizeram protesto em frente à residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, no Lago Sul, nesta quarta-feira (16/9). Os trabalhadores vieram de outros estados do país para reunião agendada esta manhã, contudo, após alteração na agenda de Rodrigo Maia, o encontro foi cancelado em cima da hora.

A decisão revoltou os entregadores, que se reuniram na entrada da casa, localizada na QI 12 do Lago, bairro nobre de Brasília, reivindicando por melhorias para a categoria.

 

0

Ao Metrópoles, a assessoria da presidência da Câmara confirmou que houve “um problema na agenda” e uma nova reunião com os representantes será marcada “o mais breve possível”. Acompanhando a manifestação, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) descreveu o protesto como pacífico.

Últimas notícias