Polícias do DF e GO destroem megaplantação com nove mil pés de maconha

700 quilos da droga, encontrada em Água Fria, foram queimados. Entorpecente seria comercializado no DF e Entorno e renderia R$ 20 milhões

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 08/06/2019 18:51

Ação conjunta das polícias do Distrito Federal e de Goiás destruiu uma megaplantação de maconha encontrada na Região do Entorno, em Água Fria (GO), com nove mil pés. Estima-se que a operação causou prejuízo de cerca de R$ 20 milhões aos traficantes que atuariam no DF e cidades vizinhas, onde o entorpecente seria comercializado.

O auxílio da Polícia Militar do DF foi necessário, de acordo com o delegado-chefe de Planaltina e Água Fria de Goiás, Cristiomário Medeiros, por conta da dificuldade de chegar ao local. Sem acesso para carros, os militares precisaram caminhar por cerca de quatro horas, às margens do Rio Bagagem. Foram destruídos  700 quilos da droga.

Para que a plantação não chamasse a atenção, os traficantes montaram uma espécie de garimpo. Porém, o local foi identificado por um policial do DF que pescava na região e avisou ao policiamento ambiental de Goiás, que realizou a primeira operação, semana passada.

Na oportunidade, sete suspeitos acabaram mortos na troca de tiros e um foi preso. Na ocasião, o traficante deu mais informações aos investigadores sobre o esquema.

Atuaram na segunda fase da ação, nessa sexta-feira (07/06/2019), os batalhões de Operações Especiais (Bope) e de Aviação Operacional (Bavop) do DF.  De acordo com o capitão Maurício, da PMDF, as equipes se infiltraram na área de plantio com técnicas de patrulha rural, em função de a plantação estar localizada no fundo de um vale de difícil acesso.

Divulgação/PMDF

 

“Voltamos à região porque precisávamos terminar de destruir a plantação. Ela é grande e está por toda a extensão do Rio Bagagem. Acredito que a ação resultou em um grande impacto para o tráfico e dará prejuízo de cerca de R$ 20 milhões”, afirmou o delegado Cristiomário Medeiros.

O policial contou que o local é de outra jurisdição, por isso o caso será repassado à delegacia de Niquelândia (GO). “Todo o material que tenho será mandado para lá. Mas vou deixar o alerta para que periodicamente eles voltem para verificar a situação. Com a chuva, as plantas da maconha podem crescer novamente. Seria bom eles colocarem veneno na região”, completou Cristomário.

Veja o vídeo feito pela PMDF: