*
 

Um policial militar sacou uma arma de fogo dentro do Colégio Estadual Caic José Elias de Azevedo, em Santo Antônio do Descoberto (GO), no Entorno do Distrito Federal, para ameaçar os colegas do próprio filho. De acordo com a Polícia Civil de Goiás, o profissional trabalha na PMDF e teria ido ao centro de ensino para buscar o adolescente. Acusado de assediar uma menina, o estudante temia represálias dos outros alunos.

Em vídeo gravado por uma testemunha, o policial do DF aparece atravessando o pátio da escola com a arma em punho. O militar veste calça vermelha, camisa regata e está de mãos dadas com um garoto. Ao passar exibindo a pistola, o policial assusta os estudantes, que gritam e correm do local.

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) esclareceu, por meio de nota, que o policial flagrado no vídeo atendeu a um pedido da direção da unidade para comparecer ao centro de ensino. Na ocasião, o militar foi informado da acusação de que o filho teria tocado indevidamente uma colega.

Ameaça
De acordo com o comunicado da Secretaria, depois do ocorrido, o pai explicou que havia pessoas na porta da escola ameaçando agredir o filho. O PM teria confessado à direção que deixou a arma à mostra para intimidar o grupo, mas não tinha a intenção de usá-la.

Conforme informou a Seduce, a diretora do colégio comparecerá, nesta quarta-feira (29/8), à Delegacia de Polícia com o objetivo de prestar esclarecimentos. A pasta vai acompanhar o processo de investigação para decidir quais medidas tomar.

Também por meio de nota, a PMDF informou que está averiguando se o pai do estudante pertence aos quadros da corporação. “Caso confirmado, a conduta será apurada internamente.”