Partido pede apoio de forças de segurança federais em eleições de Luziânia

O Patriota pediu a intervenção para que sejam coibidos comícios e aglomerações durante o período eleitoral na cidade do Entorno

atualizado 29/10/2020 16:18

Cidade de LuziâniaAgência Brasil

O partido Patriota pediu à Justiça apoio de forças de segurança federais durante o processo eleitoral de Luziânia (GO). A legenda alega ter feito a requisição para evitar o descumprimento da lei eleitoral e “garantir o livre exercício do voto”.

De acordo com o pedido, protocolado no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), a determinação de os candidatos não realizarem comícios, passeatas e reuniões no período eleitoral não está sendo cumprida.

Pelo contrário, diversas aglomerações têm sido registradas em Luziânia, o que não é compatível com as normas do TRE-GO, devido à pandemia do novo coronavírus.

Decisão do juiz de direito da 19ª Zona Eleitoral de Luziânia (GO) proíbe a realização de passeatas e comícios, salvo no formato drive-in. Ainda está vedado nas eleições de 2020 fomentar ou tolerar aglomeração de pessoas fora dos veículos, no caso de carreatas ou comícios na modalidade “drive-in”.

Assim, na ação, o partido argumenta que “o cumprimento da determinação judicial parece não ser prioridade para os candidatos, partidos e coligações no município de Luziânia-GO”. Segundo os advogados, os candidatos têm realizado eventos de grandes proporções e aglomerações, “apesar de todo o esforço das autoridades públicas, do Juízo Eleitoral e do Ministério Público Eleitoral, preferindo desobedecer às orientações e, o pior, provocar, possivelmente, a maior disseminação do vírus”.

Assim, o partido acredita que as forças de segurança atuantes em Luziânia não têm meios suficientes para o devido cumprimento das decisões da Justiça Eleitoral. Por isso, pedem intervenção de forças de segurança nacionais.

Veja documento:

Argumentação

O pedido de atuação da Força Nacional traz como argumentação evento realizado em 25 de outubro pelo deputado estadual de Goiás e candidato a prefeito de Luziânia (GO) Diego Sorgatto (DEM). Conforme matéria publicada pelo Metrópoles, ele realizou um comício, mesmo com decisão da Justiça Eleitoral proibindo o evento. O governador Ronaldo Caiado (DEM) participou do encontro político.

Localizada no Entorno do Distrito Federal, a cerca de 60 quilômetros de Brasília, a cidade goiana tem 117.695 eleitores.

Cinco coligações tiveram as candidaturas deferidas pela Justiça Eleitoral. Os candidatos à Prefeitura de Luziânia nas eleições de 2020 são: Sorgatto, Professora Edna (Podemos), Alex Meireles (Patriota), Professor Lukas (PSol) e o deputado estadual Wilde Cambão (PSD)

0

Últimas notícias