Entorno: polícia já tem suspeito de matar a facadas sargento do Exército

João Rodrigues da Silva foi morto após ser golpeado nas costas após uma tentativa de assalto

atualizado 30/09/2020 15:18

Sargento do Exército é morto com facadas nas costas após assalto no DFReprodução

As investigações acerca da morte de João Rodrigues da Silva, 56 anos, começaram nesta quarta-feira (30/9). O corpo do militar foi encontrado em uma região afastada conhecida como Taboquinha, entre as cidades de Brazlândia e Padre Bernardo (GO), na segunda-feira (28/9).

Nesta tarde, agentes da Delegacia de Padre Bernardo, responsáveis por conduzir as investigações, estiveram no local do crime. “É um setor de chácaras, ninguém dá informação e todo mundo tem medo”, explicou o agente de polícia Aércio.

Embora esteja em fase inicial, a Polícia Civil de Goiás já atua em busca de um suspeito, que ainda não pode ter o nome ou fotos revelados. Os oficiais seguem a linha de que o criminoso esteja escondido nas chácaras da região.

Memória

O sargento João Rodrigues da Silva, 56 anos, teria sido atacado pelas costas, onde recebeu duas facadas. O militar aposentando teve a carteira com documentos, cartões bancários e outros pertences levada pelos autores do crime.

A principal linha de investigação é a de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. O cadáver do militar reformado, morador da Vila Estrutural, foi localizado pelos próprios filhos, que fizeram o reconhecimento. O sargento estava próximo a uma das casas do povoado.

O corpo já estava em avançado estado de decomposição. Segundo peritos do Instituto de Criminalística goiano, o assassinato ocorreu há pelo menos três ou quatro dias.

 

 

 

 

Últimas notícias