Covid-19: Cavalcante, na Chapada dos Veadeiros, registra primeiras mortes

O padre Marcelo Vitor, 48 anos, estava internado em Brasília e não resistiu à doença. A enfermeira Adenilce faleceu em Águas Lindas (GO)

atualizado 21/09/2020 16:39

Chapada dos veadeirosGiovanna Bembom/Metrópoles

A cidade de Cavalcante (GO), parte da Chapada dos Veadeiros, registrou as duas primeiras mortes por coronavírus desde o início da pandemia no país. As vítimas são o padre Marcelo Victor Mendonça Filho, 48 anos, e a enfermeira Adenilce Cesáreo Torres, 42, que é descendente de uma comunidade quilombola Kalunga.

O pároco da Igreja Senhora Sant’anna estava internado no Hospital Alvorada de Brasília desde 27 de agosto, quando os sintomas da Covid-19 começaram a se agravar. Já a enfermeira fazia o tratamento contra a doença no Hospital de Campanha de Águas Lindas (GO). Ela trabalhava em Teresina de Goiás, cidade localizada a 24 km de Cavalcante.

O site oficial de Cavalcante divulgou nota de pesar em relação aos óbitos. “Pedimos à população que não pare com os cuidados recomendados. Fique em casa sempre que possível. Se for sair, não esqueça de usar máscara, mantenha distância de 2 metros das pessoas e lave sempre as mãos com água e sabão. A Covid-19 não é brincadeira”, diz alerta no portal oficial da prefeitura.

Luto em cavalcante GO
Prefeitura de Cavalcante emite nota de pesar por mortes de pessoas com Covid-19

O boletim epidemiológico da prefeitura, com dados atualizados nesse domingo (20/9), às 19h30, aponta que 42 pessoas foram confirmadas com a doença no município. Além disso, 13 pessoas têm suspeita de estarem contaminadas.

0

Últimas notícias