*
 

Doze vítimas da colisão frontal entre um ônibus e uma carreta na BR-020, próximo ao município de Formosa (GO), no Entorno do Distrito Federal, foram trazidas para hospitais da rede pública brasiliense. Três estavam em estado gravíssimo. Mas um homem e uma mulher com múltiplos traumas não resistiram e morreram no Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF).

Segundo a Secretaria de Saúde, quatro estão no Hospital de Planaltina, duas no Paranoá, três em Sobradinho e um no IHBDF.

O acidente deixou seis mortos no local e dezenas de feridos no Km 45 na manhã desta quinta-feira (15/2). Com o impacto da batida, o coletivo ficou partido ao meio. Três aeronaves e sete ambulâncias foram enviadas ao ponto da batida, a 45 quilômetros de Brasília.

A colisão ocorreu entre as cidades de JK e Bezerra, em via de mão dupla, onde a ultrapassagem é proibida. Segundo a PRF, a rodovia está totalmente interditada. O ônibus pertence à empresa Expresso Guanabara e fazia o trajeto de Cajazeiras (PB) a Goiânia (GO).

 

O Corpo de Bombeiros do DF transportou as vítimas para os hospitais de Base, Sobradinho, Paranoá e Planaltina. As equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do DF e de Goiás também estão fazendo o resgate dos feridos.

Em nota, a Guanabara informou que a tragédia ocorreu por volta de 6h30. O ônibus estava com 43 passageiros a bordo.

O veículo saiu de Juazeiro às 16h35 de terça-feira (13) e, segundo a empresa, o motorista tinha tido 20 horas de descanso antes de assumir o volante. A Guanabara informou que enviou uma força-tarefa a Brasília a fim de prestar assistência às vítimas. E disponibilizou o telefone do SAC 0800-7281992 para atendimento aos familiares dos passageiros.