*
 

O empresário Diego Manoel Alves Teixeira, 30 anos, foi encontrado morto na Cachoeira das Pedras Bonitas, em Colinas do Sul (GO), na região da Chapada dos Veadeiros. Diego viajava com os amigos para passar a segunda-feira de Carnaval pescando e decidiu dar um último mergulho antes de voltar para Brasília. Como não retornou ao ponto de encontro, os companheiros de viagem acionaram o Corpo de Bombeiros de Goiás, que localizou o corpo no início da tarde dessa terça (13/2).

Diego era casado, pai de três meninas e dono de uma gráfica no Riacho Fundo. Nas redes sociais, amigos e familiares o homenagearam, lembrando a maneira alegre como o jovem encarava a vida. Para a esposa, a jornalista Gisele Peixoto, a felicidade era a principal característica dele. “Ele era uma pessoa muito querida, tinha muitos amigos. Ele nos deixou jovem, mas, mesmo tendo ido tão rápido, ele fez tudo que queria e sonhava”, contou.

Gisele ficou em Brasília durante a viagem do marido com os amigos. Ela conta que ele adorava pescar e nadar. “Ele sempre gostou de rio, de cachoeira. De estar com os amigos e com a natureza, e era muito experiente”, lembrou. De acordo com ela, o empresário foi encontrado com uma grande ferida na cabeça. “Estava no raso e com um machucado na cabeça. Me falaram que ele deve ter desmaiado. E ele nadava muito bem”, contou. O velório do empresário ocorreu nesta quarta-feira (14), no cemitério de Planaltina.

 

 

COMENTE

afogamentochapada dos veadeiroscacheira
comunicar erro à redação

Leia mais: Distrito