*
 

Menos de 24 horas depois da descoberta do corpo da estudante da Universidade de Brasília (UnB) Louise Ribeiro, de 20 anos, morta por um colega da faculdade, um outro crime contra mulher choca os brasilienses. Segundo a Polícia Militar, Jhonata Pereira Alves, 23 anos, matou a namorada, Jane Carla Fernandes Cunha, 20, e se suicidou na tarde deste sábado (12/3), em Samambaia.

As primeiras informações revelam que o jovem não aceitou o fim do relacionamento e atirou contra ela. Segundo a Polícia Militar, o casal se separou há cerca de um mês, quando Jane Carla saiu de casa e foi morar com a mãe na casa onde morreu assassinada, localizada na quadra 507 de Samambaia.

Por volta das 13h, Jhonata tocou a campanhia e um primo da jovem, de apenas nove anos, abriu a porta para ele, que sacou a arma e saiu correndo atrás de Jane dentro do imóvel. De acordo com a PM, a mulher tentou se esconder no banheiro, mas foi baleada nas costas e cabeça, e caiu. Em seguida, o rapaz deu um tiro na própria cabeça e morreu. O primo ficou escondido e não foi atingido pelos disparos.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi a primeira a chegar ao local. Jane ainda estava viva. Eles tentaram reanimá-la, mas não conseguiram. O caso está sendo investigado pela 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia).

Mais de 40 familiares e amigos do casal estão na porta da casa onde ocorreu a tragédia. O clima é de desespero. Eles não acreditam que os dois estão mortos. Sem querer se identificar, falaram que Jhonatan não tinha nenhum histórico de violência. Os dois seriam estudantes, segundo os vizinhos informaram. Por volta das 18h, a Polícia Militar precisou intervir numa briga entre as duas famílias.

No caso de Louise, ela também foi morta por rejeitar um relacionamento com Vinícius Neres, de 19 anos. Ele confessou o crime e se entregou à polícia.

Aguarde mais informações