Em quatro dias, 15 mil pessoas foram vacinadas contra a Covid-19 no DF

Secretaria de Saúde divulgou os últimos dados atualizados sobre a campanha que começou na última terça-feira (19/1)

atualizado 23/01/2021 10:48

JP Rodrigues/Metrópoles

Até a noite desta sexta-feira (22/1), 15.134 pessoas já haviam sido vacinadas contra a Covid-19 no Distrito Federal. O balanço foi divulgado pela Secretaria de Saúde do DF, com a última atualização feita às 20h15, no site da pasta. Nesta primeira fase, apenas profissionais de saúde que trabalham diretamente com pacientes diagnosticados com novo coronavírus, idosos vivendo em unidades de acolhimento e indígenas receberão a imunização.

À frente, com 3.460 vacinados, está a região de saúde Central, que englobam as asas Sul e Norte, os lagos Sul e Norte, as vilas Planalto e Telebrasília, o Varjão, Cruzeiro, Noroeste, Sudoeste/Octogonal.

Na região de saúde Centro-Sul (Guará, Estrutural, SIA, SCIA, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Park Way, Riacho Fundo I, Riacho Fundo II) 1.259 pessoas foram vacinadas.

Em Planaltina, Sobradinhos I e II e Fercal, que compõem a região de saúde Norte do DF, 2.007 foram imunizadas.

Na região saúde Oeste (Brazlândia, Ceilândia e Sol Nascente/Pôr do Sol), 2.367 imunizados; na região saúde Sudoeste (Samambaia, Taguatinga, Recanto das Emas, Vicente Pires, Águas Claras e Arniqueira), 2.770 pessoas foram vacinadas. Gama e Santa Maria, que formam a região saúde Sul, 2.333 vacinas foram aplicadas, e na região saúde Leste, composta por Paranoá, Itapoã, São Sebastião e Jardim Botânico, 938 pacientes foram imunizados.

A previsão é que até 53.080 pessoas sejam vacinadas nesta inicial.

Vacinação na rede particular

Pelo menos dois hospitais particulares do Distrito Federal iniciaram, nesta sexta-feira (22/1), a vacinação dos funcionários que atuam na linha de frente no combate à Covid-19 com a primeira dose da Coronavac: Santa Lúcia, no Gama, e o Hospital Santa Helena, na Asa Norte.

0

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal disponibilizou 380 doses do imunizante para a unidade do Santa Lúcia localizada no Gama. Médicos, enfermeiros, funcionários de limpeza e de segurança serão vacinados entre esta sexta e a próxima segunda-feira (25/1).

Sami Abdel, médico e diretor do Hospital, relata que a direção ficou satisfeita em saber que o Santa Lúcia seria um dos primeiros a poder imunizar seus profissionais da saúde.

“A partir de hoje, os colaboradores terão mais segurança, depois de ficarem expostos à linha de frente”, afirmou o diretor.

A primeira a receber o imunizante foi a enfermeira Cristina Xavier, de 39 anos. Ela trabalha há 1 ano e 3 meses no local, sempre no combate à doença desde o início da pandemia. “Foi um momento incrível”, conta. “A sensação é de cura”.

Há uma diferença entre as doses recebidas e as distribuídas. De acordo com a Secretaria de Saúde, a “sobra” é para a reserva técnica. “A recomendação é sempre reservar cerca de 5% para possíveis perdas que possam acontecer ao longo da campanha, assim há estoque para que a reposição possa ser feita”, detalhou a pasta em nota.

Últimas notícias