Em 22 anos, setembro bate o menor número de crimes violentos no DF

Redução em relação a 2020 foi de 47% e ficou em 34 vítimas registradas

atualizado 05/10/2021 17:07

Duplo homicídio no Riacho Fundo 2Igo Estrela/Metrópoles

O Distrito Federal registrou o menor número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em um mês de setembro nos últimos 22 anos. Ao todo, segundo levantamento da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), foram 18 vítimas, uma redução de 47% em relação ao mesmo mês no ano passado, quando o registro ficou em 34.

No acumulado dos nove meses, a redução dos CVLIs é de 17,6% no comparativo com o mesmo recorte de 2020. São 54 mortes a menos este ano.

Separando cada um dos crimes que compõem a estatística, os latrocínios tiveram a menor diminuição, de 39%. Foram nove casos a menos que no mesmo período do ano passado, de 23 para 14 vítimas. No acumulado de janeiro a setembro, a queda de homicídios foi de 16,4%.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, as ações do programa norteador da Segurança Pública local – o DF Mais Seguro – têm assegurado essa redução sistemática dos índices criminais no DF. “Neste ano buscamos ações inovadoras e pontuais para que o decréscimo dos crimes permanecesse no DF, pois a comparação é com nossos próprios números, que são baixos em relação ao já registrado e em relação à média nacional”, explica.

Feminicídios e crimes contra o patrimônio

Em setembro não foi registrado nenhum feminicídio no DF. No acumulado do ano, no entanto, houve quatro crimes a mais, comparando com igual período do ano passado, passando de 13 para 17.

Já os os seis crimes contra o patrimônio monitorados – roubos de veículos, a transeunte, em transporte coletivo, em residência, em comércio e o furto em veículo – tiveram, juntos, a redução de 15,1%.

Do conjunto analisado, o roubo a transporte coletivo apresentou a maior queda: 41,5%. O roubo a pedestres aparece na sequência, com redução de 17,8% e o roubo a residência, com 10,7%. Roubo de veículos, furtos de veículos e roubo a comércio tiveram reduções de 9,3%, 6,4% e 3,2%, respectivamente.

Últimas notícias