Nada de bomba. Caixa suspeita em escola do DF tinha tijolo dentro

Pacote suspeito foi achado perto de colégio em Taguatinga Norte, um dos pontos de votação do Distrito Federal

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 28/10/2018 14:14

Tudo não passou de uma brincadeira de mau gosto. Não havia bomba dentro da caixa achada perto de um colégio de Taguatinga neste domingo (28/10), e, sim, tijolo. O caso, agora, será investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal.

A ameaça de bomba mobilizou o Corpo de Bombeiros e o Esquadrão Antibombas da Polícia Militar. Moradores de áreas vizinhas à Escola Classe 19, em Taguatinga Norte, onde um pacote suspeito foi encontrado, tiveram de sair suas casas, por medida de segurança. Por volta das 13h50, eles puderam voltar.

A rua foi isolada, também por medida de segurança. Tudo porque a caixa de papelão com o desenho de uma bomba por fora foi achada no muro do colégio. A votação, porém, não precisou ser interrompida na escola, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF).

“Não cheguei a ficar em pânico ou assustado. Só pediram para a gente sair por causa da detonação. O ruim foi que tivemos que sair apressados. Nem conseguimos almoçar ainda”, reclamou Luís da Paz Santana, 80 anos, que mora em uma das casas dentro do perímetro isolado.

O major Gustavo Dias, do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM, confirmou a brincadeira de mau gosto. “Mesmo assim, não podemos descartar ameaças. Temos que verificar todas. Cerca de 30 policiais foram deslocados para atender essa ocorrência”, ressaltou.

Últimas notícias