Sindicatos, MPT e Educação discutem retorno das aulas presenciais nesta 4ª

O anúncio foi feito nas redes sociais do Sindicato dos Professores em Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinproep)

atualizado 10/08/2020 18:01

O Sindicato dos Professores em Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinproep) e a Secretaria de Educação marcaram uma nova reunião nesta quarta-feira (12/8) para discutirem o retorno das aulas presenciais nas escolas privadas. As atividades estão paralisadas desde março em função da pandemia do novo coronavírus. 

O encontro será mediado pela pasta e contará com a presença de representantes do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Associação de Pais e Alunos das Instituições de Ensino (Aspa). O anúncio foi feito nas redes sociais do Sinproep.

A entidade afirmou não ser contrária ao retorno das atividades presenciais, mas cobra que a volta às aulas seja feita “no melhor momento”.

“O Sinproep entende que educação não é mercadoria e vidas importam. [O sindicato] buscará a melhor solução para o retorno presencial, garantido a segurança dos professores e da comunidade escolar”, pontuou.

Carreata

Nessa sexta-feira (7/8), pais e responsáveis dos estudantes de escolas privadas do DF realizaram uma carreata pedindo a retomada das aulas na rede. 

Os coordenadores da manifestação calculam que 200 famílias tenham aderido à carreata, cada uma no seu respetivo veículo.

Todos foram orientados a buzinarem ao longo do percurso, para chamar a atenção autoridades competentes. O comboio partiu do Colégio Militar e percorreu o Eixo Monumental, passando diante do Palácio do Buriti, Câmara Legislativa, Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), Biblioteca Nacional e Museu da República, terminando pouco antes do Congresso Nacional.

0

Últimas notícias