Rede pública: inscrições para mudança de escola no DF começam nesta segunda

O resultado do remanejamento escolar será divulgado em janeiro de 2021. Confira os documentos obrigatórios no ato da inscrição

atualizado 05/12/2020 18:01

Hugo Barreto/Metrópoles

A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) dá início ao processo de remanejamento escolar a partir desta segunda-feira (7/12). O procedimento é destinado a estudantes que já estão na rede pública de ensino e desejam mudar de escola.

O responsável pelo aluno deverá manifestar interesse em inscrevê-lo no remanejamento por meio do e-mail da própria escola na qual o estudante está matriculado.

Confira, abaixo, os documentos obrigatórios no ato da inscrição:

  • Quando a opção for pela proximidade da casa do aluno: apresentar comprovante de residência, como conta de luz, água ou telefone; contrato de aluguel ou ainda declaração do proprietário do imóvel ou declaração de próprio punho.
  • Quando a opção for pela proximidade do trabalho: apresentar documento que comprove o vínculo empregatício do estudante ou do responsável, que ateste o endereço do trabalho, como carteira de trabalho, último contracheque ou declaração atualizada do empregador.
  • Quando a opção for pela escola de preferência: apresentar justificativa formal explicitando o motivo da escolha. Cada modalidade de ensino possui critérios para a justificativa, disponíveis na Estratégia de Matrícula.
0
Resultado

O resultado do remanejamento será divulgado em janeiro de 2021, no site da secretaria, e a consulta é de inteira responsabilidade do candidato. A pasta ressalta que só é possível efetivar o remanejamento caso haja vaga disponível na escola para a qual o estudante optou pela mudança.

Confira aqui a relação dos e-mails das unidades escolares do DF.

Últimas notícias