*
 

Quem já tem o seu pequeno negócio ou quer formalizar uma atividade que ainda não está legalizada não pode perder a  2ª edição do Mutirão da Simplificação, que começa nesta segunda-feira (3/10) e vai até sábado (8), no Gama. A iniciativa é do Sebrae-DF e tem o objetivo de aumentar o número de estabelecimentos licenciados, além de oferecer atendimento no local de moradia e trabalho dos empresários. A região administrativa conta com 4.434 empresas (dados de 2015), sendo 3.844 de micro e pequenos empreendedores.

Nos seis dias do mutirão, além de orientação individualizada sobre os procedimentos de registro, licenciamento e baixa de empresas, o público terá a oportunidade de participar de oficinas e palestras sobre empreendedorismo e gestão. Haverá, ainda, informação sobre acesso a serviços financeiros, atendimento ao cliente, controle gerencial, obrigações tributárias, legislação, coaching e precificação.

“Não basta estar preparado, não basta aparecer a oportunidade da vida, o empreendedor precisa estar legal na sua atividade. Assim, ele unirá sua vocação ao interesse do mercado, mas com as validação do Estado”, destaca o diretor-superintendente do Sebrae-DF, Antônio Valdir Oliveira Filho. Nesse processo, o Mutirão da Simplificação tem como foco de atendimento, microempresas, empresas de pequeno porte e potenciais empresários.

O mutirão ocorre no estacionamento ao lado da Rodoviária Setor Central do Gama. O modelo de ação descentralizada percorrerá diversas regiões administrativas no Distrito Federal.

“Esperamos a participação em massa dos empresários do Gama e região, assim como ocorreu em Ceilândia, onde fizemos o primeiro Mutirão da Simplificação, que foi um sucesso em termos de atendimento e resultados”, ressalta Rodrigo de Oliveira Sá, gerente da Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial (UPPDT) do Sebrae.

As inscrições para as palestras e outras informações estão disponíveis no site da instituição ou na Central de Atendimento do Sebrae (0800 570 0800).

 

 

COMENTE

gamaSebrae-DFMutirão da Simplificação
comunicar erro à redação

Leia mais: Economia